Saudálito

Archive for the ‘história’ Category

Realmente, este sintoma é bastante antigo. Existem referências de fatos relacionados ao mau hálito até mesmo no Antigo Testamento!

Cita-se Jó (19,17) no Antigo Testamento, se lamentando:

“O meu hálito é intolerável à minha mulher.”

No auge da era romana, o dramaturgo romano Titus Marcius Pláutus (254-184 a.C.) dizia que “o fedor da boca” era uma das razões de sua infidelidade conjugal porque:

“(…) o hálito de minha esposa tem um cheiro terrível, melhor seria beijar uma sapo”.

Boa justificativa para se justificar a infidelidade, não?

Já Plutarco (6-120 d.C.), em sua obra “Escrevendo sobre a Moralidade”, menciona que Heron de Siracusa, ao ser informado pelo médico sobre seu hálito, repreendera sua mulher dizendo:

“Por que não me advertiste que meu hálito a fere cada vez que te beijo?”

E ela respondeu:

“Sempre pensei que o hálito de todos os homens tivesse esse terrível odor.”

Shakespeare menciona também,em sua peça “Muito Barulho por Nada“, ato 5, cena 2 ,o seguinte:

“Palavras fétidas são apenas vento fétido,e vento fétido é apenas hálito fétido,e hálito fétido é nauseante , portanto eu vou partir sem ser beijado.” (até aqui foi citado por GREIN et al,.1982)

E segundo Millôr Fernandes “o maior anticoncepcional do mundo é o mau hálito”. Se bem que diante de minha experiência prática no dia a dia odontológico, tenho de discordar dele.

Há muitas pessoas que continuam juntas suportando o hálito – muitas vezes intolerável – do outro, acredito eu, mais pelo temor de ser repelido ao falar da existência do mau hálito do parceiro do que pelo amor na verdade. Infelizmente!

Anúncios

Saúde + Hálito

Saudálito é um blog sobre o tema halitose e assuntos relacionados ao mau hálito. Regularmente são publicadas informações didáticas e dicas sobre este problema bastante corriqueiro na vida de todos, visando o esclarecimento acerca dos possíveis tratamentos e prevenções deste sintoma. Para informações sobre atendimento clique em Contato.

Blogs de colegas dentistas: