Saudálito

Posts Tagged ‘alimentação

alimentacao_caseos

Desde seu lançamento, o Saudálito tem recebido frequentes dúvidas dos leitores acerca da halitose, xerostomia, cáseos e diversos problemas relacionados ao mau hálito. Algumas delas levantam assuntos interessantes para serem compartilhados e debatidos entre os leitores do blog. Portanto, a partir de agora iremos selecionar as perguntas mais interessantes e publicá-las aqui, no formato de post do blog, e abrindo-as assim para discussão. Para inaugurar esta categoria de post, selecionamos uma relacionada aos cáseos:

Pergunta
(…) Apareceram alguns cáseos “grudados” em minha garganta, o que me assustou. Fui ao médico e ele detectou em mim uma faringite e disse que os cáseos poderiam estar associados ao quadro. Eles são recorrentes? No meu caso, eles ficam depositados numa espécie de “prega” ao lado da campainha. Outro dia estava assistindo TV e tive um espirro; verifiquei que saiu uma massinha firme que, ao apertar, vi que tem um odor horrível. Há alguma recomendação de dieta para evitar isso?

Resposta
Os cáseos são recorrentes sim, independente do quadro apresentado (no caso, faringite), pois o formato da amígdala é o que favorece o acúmulo de restos alimentares, promovendo o surgimento deles. E não há relação direta entre os cáseos e tipo de dieta: a conduta ideal é ser o mais rigoroso possível na higiene bucal e da língua, além de procurar ingerir muito líquido para que sua saliva não seja muito viscosa, o que pode possibilitar o reaparecimento de mais cáseos.

Fonte da imagem: Flickr (ali edwards) e arquivo de Paula Rollemberg

Hoje farei uma listinha dos alimentos que causam mau hálito. Por mais conhecidos que sejam, sempre é bom relembrá-los. São eles:

  • O leite e seus derivados (como manteiga, queijo, iogurte, creme de leite, doces);
  • O alho;
  • A cebola;
  • Os ovos;
  • Os embutidos (presunto, mortadela, salame);
  • Os condimentos (pimenta, cominho);
  • Alguns legumes (brócolis, repolho, alcachofra, couve-flor, couve);
  • As frituras em geral;
  • Os enlatados (patês, sardinha);
  • Os chocolates;
  • O café.

Mas não é pra se desesperar nem deixar de consumi-los! Esta não é a minha intenção. Você somente deve saber que eles têm este potencial desagradável de nos deixar com um cheirinho ruim na boca e, portanto, devem ser consumidos com moderação.

balanca
fonte da imagem: (Flickr: renatotarga)

Sim, o surgimento da halitose normalmente ocorre em pessoas que fazem algum tipo de regime alimentar. Isso acontece por fatores que já foram aqui comentados anteriomente, mas tornarei a apontá-los.

E me refiro principalmente àqueles que fazem regime por conta própria, passando por privações de diversas formas.

O jejum prolongado é o campeão do ranking. Quem faz regime , principalmente por conta própria , passa horas sem ingerir nada para alcançar a usa meta. Porém, com isso também não ingere líquidos de maneira suficiente, baixando o fluxo salivar e aumentando a ação bacteriana na boca, provocadora dos gases do mau hálito.

Portanto, a dieta alimentar, seja ela qual for, deve ser moderada e equilibrada para que, além de não deixá-lo doente e feio, não provoque também o mau hálito.

Se algum dia você sofreu de mau hálito, com certeza alguém já lhe disse assim: você está com mau hálito porque está com fome. Acertei?

jejumPor mais comum que essa resposta possa parecer, saiba que ela é verdade. O jejum prolongado provoca o surgimento do mau hálito. E a maior causadora disso durante o jejum é a hipoglicemia (diminuição de açúcar no sangue). Ela ocorre sempre que ficamos períodos grandes sem comer nada. Normalmente ela é iniciada com três horas sem a ingestão de algum alimento, desde que se tenha feito uma alimentação normal e sem exageros.

Por isso, o recomendado é que se faça a ingestão de algum alimento no intervalo de duas em duas horas. Claro que isso não é uma regra, mas apenas um tempo previsível de se comer novamente algo. De qualquer forma, este “comer algo” significa comer algo saudável e de preferência não gorduroso.

Entäo o que comer? Pode-se comer frutas, barra de cereais, biscoito e sucos, entre outras comidas, fugindo, é claro, de alimentos ricos em frituras, alimentos à base de leite e os que são muito condimentados. Afinal, estes podem te dar uma bela halitose.

Portanto, siga este conselho. Seu corpo e seu hálito agradecem!

fonte da imagem: Flickr (malias)

O que vemos com freqüência, durante rotina do consultório, em pacientes que fazem o tratamento de halitose é a presença preponderante da saburra lingual. Ou seja, em quase todos os casos de mau hálito é a saburra a responsável principal deste problema.

Por isso , se você não quer ser mais uma vítima dela, escove e raspe a sua língua . Todos os dias!

saburraEm termos mais simples, saburra siginifica restos alimentares que não foram removidos no momento da escovação e que se depositam na língua.

Ter saburra na língua não é uma condição favorável. Além disso, a situação pode rapidamente se agravar, pois as bactérias que temos na boca fazem a fermentação e putrefação destes resíduos.

As áreas onde a saburra mais se concentram são nas regiões média e posterior da língua.

Dependendo da fase em que ela se encontra ou do tempo em que está depositada na língua sem ser removida dia após dia, a saburra pode variar de coloração, indo do branco ao amarelo esverdeado. E para fechar com chave de ouro: ela tem um cheiro muito ruim!

fonte da imagem: UNIMES (Casos Clínicos)

//www.flickr.com/photos/progoddess/2730925887/

Aqui vai uma listinha de alguns alimentos que provocam halitose, independente de se ter uma boa higiene oral.

São eles: queijo, alho, cebola, alimentos gordurosos (frituras), azeitonas, ovos, algumas frutas (goiaba e mamão), condimentos (cravo da índia, cuminho, pimenta), maionese, azeite, chocolate, leite, iogurtes, manteiga, creme de leite, salame, presunto, mortadela, couve, couveflor, brócolis, repolho, sardinha, alcachofra e as bebidas alcoólicas.

Lógico que não temos de abdicar deles. Afinal são exemplos de alimentos muito apreciados por quem gosta de comer de tudo, mas se o consumo for equilibrado, o problema não se torna evidente e perceptível.

Agora, se você tiver um encontro muito especial hoje, aconselho: passe longe deles!

fonte da imagem: Flickr (progoddess)


Saúde + Hálito

Saudálito é um blog sobre o tema halitose e assuntos relacionados ao mau hálito. Regularmente são publicadas informações didáticas e dicas sobre este problema bastante corriqueiro na vida de todos, visando o esclarecimento acerca dos possíveis tratamentos e prevenções deste sintoma. Para informações sobre atendimento clique em Contato.

Blogs de colegas dentistas: