Saudálito

Posts Tagged ‘olfato

smellingNós, seres humanos, temos uma percepção de odores muito pequena. Somos classificados como microlfativos e também não fazemos uma boa diferenciação dos variados tipos de cheiros diferentes, coisa que alguns animais fazem com muito destaque.

Na prática levamos no mínimo 18 segundos para perceber algum cheirinho no ar. E com 1 minutinho somente, exalando algo, já nos acostumamos a este, não sentindo mais como antes.

É por isso que há quem viva anos com alguém que tenha mau hálito sem reclamar. Dá pra imaginar?

fonte da imagem: Flickr (egg on stilts)

Anúncios

mascaradores
fonte da imagem: Flickr (diebmx)

O que são estes mascaradores? Em geral são as balinhas de menta, hortelã, sprays odorificantes e algumas soluções para bochecho, usados pelas pessoas com a finalidade de disfarçar o odor da boca.

Estes mascaradores têm o mesmo efeito de um desodorizador de ambiente. Ou seja: o cheiro mais forte se sobrepõe ao que já existe, e como normalmente são fortes, mascaram o mau hálito. Só que, apesar do mascarador proporcionar a sensação de um odor mais agradável no momento, isto não significa que o odor ruim tenha sido eliminado. Pelo contrário: o uso destas substâncias se tornam muletas que nunca darão solução definitiva na halitose.

Fazendo uma comparação mais simplista: usar mascarador é o mesmo que usar perfume sem tomar banho. Não me diga que adianta! E mais: se você suspeitar que está com mau hálito e aparecer um encontro casual, por favor, considere que as balinhas não irão garantir o disfarce. Pense nisso!

caes_halitofonte da imagem: Flickr (JW Odgen)

O ideal é que seja alguém íntimo e de confiança da pessoa que está com halitose. Afinal, esta é a pior das tarefas que ainda existem no que diz respeito ao mau hálito. Mas por quê?

Porque, infelizmente, nós não sabemos lidar com a restrição social. Ela é contrangedora para qualquer um, mas o pior dela é a situação de velamento nas palavras. As pessoas se escondem no jogo do “eu faço que não vejo” e tudo é levado adiante sem solução para o problema.

Não podemos permitir que haja barreiras em falar a alguém com quem se tem intimidade de que o seu hálito não está bom. A informação tem de ser dada do mesmo jeito que dizemos “você hoje está abatido” ou “você está com a cara de preocupado“. Em ambas situações, a única finalidade é a de demonstrar atenção e apreço a quem está precisando.

E estar ciente da halitose é uma necessidade para o seu portador, pois este sintoma representa uma alteração patológica que qualquer pessoa pode ter. Atire a primeira pedra quem nunca o teve!

Gatos
fonte da imagem: Flickr (Denube)

A não percepção da próprio mau hálito é um fato que muitas vezes atrapalha no tratamento da halitose em uma pessoa.

O fato se deve por conta das percepções diferentes dos odores e nossas células olfativas, que não percebem mais que um odor simultaneamente. E para piorar isto, após cerca de um minuto, o olfato se adapta por tolerância, passando a não registrar mais a presença do odor predominante. Esta é, portanto, a principal dificuldade em fazer uma pessoa com mau hálito se tratar (por livre e espontânea percepção).

Então, quando você der de cara com uma pessoa nesta situação desagradável, ela pode não estar percebendo o motivo de seu afastamento a cada vez que ele fala. Pense nisso! 😉


Saúde + Hálito

Saudálito é um blog sobre o tema halitose e assuntos relacionados ao mau hálito. Regularmente são publicadas informações didáticas e dicas sobre este problema bastante corriqueiro na vida de todos, visando o esclarecimento acerca dos possíveis tratamentos e prevenções deste sintoma. Para informações sobre atendimento clique em Contato.

Blogs de colegas dentistas: